+A -A

Áreas de Suprimentos e Exportação ainda mais próximas

A fim de aumentar a competitividade no cenário nacional e internacional, dar maior agilidade aos processos do dia a dia e reduzir custos, as áreas de Suprimentos, Exportação e Industrial da Duratex estão trabalhando de forma ainda mais integrada.

"Atingir as metas almejadas pela companhia é um desafio comum a todos, que vai além das fronteiras de cada área. Não poderíamos estar mais satisfeitos com os resultados da aproximação dessas áreas", diz Cesar Antonello, gestor de Projetos de Suprimentos.

Ao lado de Ricardo Marques, coordenador de Logística Internacional da Exportação, e Marcelo Carlos, coordenador administrativo, Cesar comanda a implementação de iniciativas de integração entre as áreas.

Entre elas, destaca-se o projeto de estufagem de containers, já adotado nas unidades de Botucatu (SP) e Taquari (RS) da Divisão Madeira, em parceria com as gerências das duas fábricas, comandadas por Edison Rocco e Dauto Lemos, respectivamente. "Passamos a fazer o processo de estufagem em nossas próprias plantas, em vez de terceirizá-lo para os terminais portuários", explica Marques.

Segundo ele, entre outros benefícios, houve redução dos custos com estufagem, diminuição do volume de avarias sofridas pelas mercadorias no trajeto da fábrica até o porto e, consequentemente, maior garantia da qualidade do produto entregue aos clientes da Duratex. "Tudo isso contribui para o aumento da competitividade dos nossos negócios e melhor aceitação dos nossos produtos no exterior", acrescenta Marques.

A iniciativa, inclusive, rendeu à fábrica de Botucatu o XIV Prêmio ABRALOG de Logística. Concedido pela Associação Brasileira de Logística, ele reconhece as empresas que se destacam no cenário nacional por encontrar soluções eficientes e inovadoras de logística para projetos que envolvem suas cadeias de suprimentos.

CONTRATAÇÃO DE FORNECEDORES

A aproximação das áreas também resultou na otimização do trabalho com fornecedores. "A atividade de despachante, tanto para importação como para exportação, por exemplo, passou a ser centralizada em um único prestador de serviço, a fim de agilizar os processos do dia a dia e reconhecer nossos melhores terceiros", conta Antonello, que completa: "Seguiremos somando esforços para garantir ainda mais eficiência e competitividade aos nossos negócios. Entre outros projetos, planejamos descarregar diretamente em nossas fábricas os containers com produtos que importamos".



Voltar