+A -A

Confira os resultados da Duratex no 3º trimestre de 2017

Companhia anuncia trimestre positivo com retomada do crescimento e aumento da receita, EBITDA e lucro líquido

A Duratex anunciou ao mercado, nesta sexta-feira (27), seus resultados financeiros referentes ao terceiro trimestre de 2017. A companhia apresentou receita líquida consolidada de R$ 1,02 bilhão – 5,4% maior do que o mesmo período em 2016. Do total da receita líquida, R$ 175,6 milhões (o equivalente a 17,2%) foram gerados a partir de vendas para o mercado externo (exportações e operações na Colômbia). 

O EBITDA Ajustado e Recorrente foi de R$ 204,9 milhões, aumento de 10,2% em relação ao terceiro trimestre de 2016. No acumulado dos nove primeiros meses do ano, o crescimento do EBITDA Ajustado e Recorrente foi de 14,5% em comparação com o mesmo período de 2016.

O resultado positivo é reflexo de fatores como o aumento dos volumes das duas divisões de negócio (Deca e Madeira), a captura dos ganhos de produtividade e o corte de custos e da estratégia de sustentação dos aumentos de preços praticados. 

A Duratex fez investimentos em outras frentes no trimestre, totalizando o valor de R$ 86,5 milhões. Desse montante, R$ 41,5 milhões foram destinados para a área florestal e R$ 45 milhões para manutenção fabril e novos projetos. No acumulado anual, os investimentos representaram R$ 283,3 milhões, em linha com o ano anterior, o que reforça o compromisso de geração de caixa da Duratex.

A gestão mais eficiente da companhia, que tem apresentado resultados positivos gerados por meio da agenda interna, tem como destaque o Sistema de Gestão Duratex (SGD) e o Orçamento Base Zero. “A empresa está confiante na entrega dos objetivos traçados nesse plano de redução de custos e convicta da relevância das iniciativas para a retomada contínua das margens”, diz Henrique Haddad, diretor de Administração, Finanças e Relações com Investidores da Duratex.

Segundo ele, para garantir a perenidade e a boa performance no terceiro trimestre de 2017, a Duratex seguiu com sua jornada de transformação cultural. Entre as iniciativas estão a ampliação do envolvimento de colaboradores e promoção de outros benefícios, que contemplam mais autonomia na tomada de decisão, novos modelos de meritocracia, mais inovação e maior protagonismo da equipe. “Essa mudança cultural está sendo fundamental para apoiar novos ciclos de crescimento da empresa, conforme planejamento estratégico desenvolvido para os próximos anos”, afirma Haddad.

Além disso, alinhado ao propósito Soluções para melhor viver e com o objetivo de oferecer aos clientes um portfólio ainda mais completo de produtos, a Duratex iniciou no terceiro trimestre de 2017 o processo de aquisição da Ceusa, produtora nacional especializada em revestimentos cerâmicos.

A companhia ainda revisitou sua estratégia de longo prazo, na qual prevê quatro avenidas de crescimento que, alinhadas ao seu propósito, irão direcionar seus esforços no futuro. São elas: transformação digital, soluções para ambientes, soluções em água e soluções florestais.

Confira todos os resultados da Duratex no 3º trimestre de 2017 no site de Relações com Investidores da companhia.



Voltar