+A -A

Duratex apoia iniciativa que beneficia crianças com deficiência

Companhia patrocina o projeto Integrar da APAE de Areiópolis, no interior de São Paulo, que facilita o atendimento pedagógico aos pacientes com autismo do município

Nesta segunda-feira (6), a APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Areiópolis, no interior de São Paulo, inaugurou o Projeto Integrar, com patrocínio da Duratex. O aporte foi feito via CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente) da cidade.

Com a iniciativa, as crianças com Transtorno de Espectro Autista passarão a receber atendimento pedagógico no próprio município. Atualmente, os pacientes precisam ser encaminhados à unidade da APAE de Botucatu, a 35 quilômetros de distância, para receber assistência especializada.

O Projeto Integrar prevê ensino personalizado a cada uma das crianças, de acordo com suas necessidades especiais, a fim de oferecer oportunidades para que ganhem autonomia e aprimorem seu potencial e criatividade, favorecendo seu desenvolvimento educacional. Os investimentos da Duratex serão destinados para a compra de materiais didáticos e capacitação dos professores e da psicóloga do local.

"Contribuir para o desenvolvimento das comunidades em que atuamos, por meio de iniciativas próprias e incentivadas, é um dos compromissos da Duratex. Areiópolis fica muito próxima do nosso viveiro em Lençóis Paulista, motivo pelo qual diversos colaboradores da companhia moram no município. Estamos muito felizes em poder contribuir para o desenvolvimento da cidade a partir dessa importante parceria com a APAE", diz Luciana Alvarez, gerente de Sustentabilidade e Comunicação da companhia.

Ela representou a empresa no lançamento do Projeto Integrar ao lado do coordenador do viveiro de Lençóis Paulista, Romulo César Guimarães, e do coordenador da área de Sustentabilidade, Cosimo Giovanni Rett, entre outros membros da equipe. O evento ainda contou com a presença do prefeito da cidade, Antonio Marcos dos Santos, integrantes do CMDCA, pessoas da comunidade e mães dos alunos.



Voltar