+A -A

Duratex comemora Dia do Caminhoneiro com ação de combate à exploração sexual nas estradas

Setembro foi agitado nas unidades da Duratex. Em comemoração ao Dia do Caminhoneiro, comemorado em 16 de setembro, os colaboradores da companhia promoveram uma força-tarefa para conscientizar os inúmeros motoristas que passam por suas unidades diariamente – seja para levar matéria-prima ou para buscar produtos que serão entregues aos clientes.

Batizada de “Você é um Herói da Infância”, a iniciativa promoveu palestras, exibiu vídeos informativos e distribuiu folders para os caminhoneiros sobre a importância do combate à exploração sexual de crianças e adolescentes nas estradas do país. A ideia é incentivar esse público a denunciar os casos de abuso que presenciam enquanto viajam Brasil afora pelas rodovias.

A ação, promovida pelas unidades de Agudos (SP), Aracaju (SE), Botucatu (SP), João Pessoa (PA), Jundiaí (SP), São Paulo (SP), Queimados (RJ), Recife (PE), Taquari (RS) e Uberaba (MG), é uma parceria da Duratex com o programa Na Mão Certa, da Childhood Brasil, do qual a companhia é signatária desde 2007.

“Queremos aproveitar ao máximo o contato que temos com esse público para disseminar a causa. Estudo feito pela Polícia Federal mostra que existem 1.969 pontos de risco para a exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias do país, o que torna esse público um agente fundamental no combate ao problema”, diz Eliane dos Santos, especialista da área de Sustentabilidade da Duratex. “Queremos que nossos motoristas sejam protagonistas na proteção de crianças e adolescentes e denunciem qualquer situação de risco que vivenciarem nas estradas”, completa.

Em maio, a companhia promoveu uma ação semelhante no Dia Nacional de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes e, também em setembro, reuniu seus fornecedores da área de Transportes para um evento de conscientização exclusivo sobre o tema.

Assista, abaixo, ao vídeo institucional da Childhood Brasil, que fala sobre o dever da sociedade de assegurar uma infância livre de abuso e exploração sexual a todas as crianças e adolescentes. Denúncias a respeito do tema podem ser feitas, anonimamente, pelo Disque 100 da Secretaria Nacional de Direitos Humanos.



Voltar