+A -A

Duratex é destaque no programa Na Mão Certa

Em evento para comemorar os 10 anos da iniciativa, companhia é homenageada por suas ações de combate à exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias do Brasil

Todos os dias, inúmeros caminhões entram e saem das unidades da Duratex, seja para fornecer matéria-prima, seja para buscar produtos que serão levados aos clientes.

Consciente de seu papel na promoção de uma sociedade mais justa, a companhia identificou nesses momentos uma excelente oportunidade para conscientizar os caminhoneiros que prestam serviços à empresa – e foi reconhecida por isso.

No último dia 22 de novembro, durante evento de 10 anos do programa Na Mão Certa, da Childhood Brasil, a Duratex ganhou troféu e certificado pelas ações realizadas ao longo do ano em prol do combate à exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias do Brasil.

A companhia promoveu duas grandes iniciativas em 2016 relacionadas ao tema, que visavam conscientizar os caminhoneiros que prestam serviços à empresa sobre a importância de denunciar casos de abuso presenciados nas estradas do país. Uma delas aconteceu entre 16 e 20 de maio, durante a Semana Nacional de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, enquanto a outra ocorreu em 16 de setembro, Dia Nacional do Caminhoneiro.

"Ninguém conhece as estradas do Brasil melhor do que os caminhoneiros. Por isso, queremos empoderá-los para que sejam verdadeiros agentes de proteção dessas crianças e adolescentes que são explorados sexualmente", explica Adriana Maria Rosa, especialista em Sustentabilidade da Duratex e ponto focal do programa Na Mão Certa dentro da companhia. "Esse reconhecimento é fruto do trabalho dos 12 colaboradores, de diferentes unidades fabris e florestais da Duratex, que se dedicaram à causa ao longo do ano, atuando como multiplicadores do Na Mão Certa. Em 2017, vem mais por aí", completa.

A Duratex é signatária da iniciativa da Childhood Brasil há nove anos e, em 2016, tornou-se patrocinadora oficial do programa Na Mão Certa.

Assista, abaixo, a vídeo que fala sobre o dever da sociedade de assegurar uma infância livre de abuso e exploração sexual a todas as crianças e adolescentes. Denúncias a respeito do tema podem ser feitas, anonimamente, pelo Disque 100 da Secretaria Nacional de Direitos Humanos.



Voltar