+A -A

Confira os resultados da Duratex no 2º trimestre de 2018

Companhia teve receita líquida de R$ 1,2 bilhão, 27,4% superior ao que foi registrado no mesmo período de 2017

A Duratex anunciou ao mercado, nesta quinta-feira (2), seus resultados financeiros referentes ao 2º trimestre de 2018. A companhia registrou receita líquida consolidada de R$ 1,2 bilhão no período – montante 27,4% superior ao mesmo período de 2017. Já o EBTIDA Ajustado e Recorrente totalizou R$ 220 milhões.

O crescimento da receita no mercado interno foi reflexo do aumento do volume de vendas das Divisões Madeira e Deca, além da incorporação dos resultados da Divisão de Revestimentos Cerâmicos e dos reajustes de preços aplicados.

“Seguimos focados no trabalho de posicionar a Duratex em um patamar estratégico de competitividade, por meio da desalavancagem financeira, do foco em gestão e da implementação e disseminação da nova cultura organizacional da companhia”, afirma Henrique Haddad, diretor de Administração, Finanças e Relações com Investidores da empresa.

Segundo ele, a retomada mais lenta do que o esperado da economia deve ser compensada pelo ganho de produtividade e pela gestão mais eficiente de custos e de despesas, além do capital de giro e dos investimentos com foco na agenda interna da Duratex, que refletirão em uma melhor rentabilização dos ativos da companhia.

O trimestre ainda foi marcado por movimentos importantes, como o anúncio da entrada da Duratex em um novo segmento de atividade, o de celulose solúvel, em parceria com o grupo austríaco Lenzing AG, líder mundial na produção de fibras especiais de celulose. A nova companhia, que nascerá de uma Joint Venture, tem como objetivo construir a maior linha industrial de celulose solúvel do mundo no Triângulo Mineiro.

Para acessar todos os resultados da Duratex no 2º trimestre de 2018, acesse o site de Relações com Investidores da empresa.



Voltar