+A -A

Temos orgulho de ser a primeira empresa da América do Sul a obter a certificação FSC® (Forest Stewardship Council®) para Manejo Florestal. Há 20 anos, possuímos o selo, que atesta que nossas atividades relacionadas à prática são ambientalmente adequadas, socialmente benéficas e economicamente viáveis.

A qualificação é resultado da nossa preocupação em adotar, desde o início de nossas atividades no Brasil, boas práticas de manejo florestal. Nossa atuação baseia-se em quatro conceitos básicos:

Cultivo Mínimo

Prática de manejo florestal que garante que os novos plantios sejam feitos sobre os resíduos das florestas anteriores e com baixo revolvimento de terra, protegendo assim o solo com restos orgânicos da própria floresta.

Programa de adubação do solo

Iniciativa que estuda as condições da terra e o estado nutricional das árvores para definir as melhores fórmulas e métodos de aplicação de adubos no solo, garantindo assim sua conservação e a geração de valor do negócio.

Controle de pragas

Método usado para garantir a produtividade e conservação das plantações florestais, a partir da biodiversidade encontrada nas áreas de conservação da empresa, que ajudam no controle biológico das florestas. Quando necessário, são aplicados defensivos químicos em áreas com ocorrência de pragas, sempre de acordo com as melhores práticas de segurança para as pessoas e o meio ambiente.

Controle de incêndios

Sistema que garante a prevenção e o combate a incêndios florestais, de forma a proteger as áreas de cultivo e conservação, bem como nossos colaboradores, máquinas e instalações.

Recentemente, ainda promovemos a revisão dos procedimentos para avaliar e mitigar impactos sociais relacionados ao manejo das nossas florestas plantadas, a fim de aprimorar os critérios e os métodos empregados para mensuração, avaliação e melhoria do nosso desempenho.

Confira, abaixo, os resumos dos nossos planos de Manejo Florestal para os Estados em que estão situadas nossas unidades florestais.