+A -A

    Promovemos o desenvolvimento dos nossos colaboradores, clientes, consumidores e comunidades locais
 

Atuamos em oito diferentes Estados do Brasil e, por meio de nosso modelo de negócio, fazemos questão de gerar valor a cada uma das comunidades onde estamos presentes a partir da promoção de projetos e ações sociais.

Acreditamos que desenvolver mecanismos de diálogo que propiciem a identificação das demandas e necessidades dessas comunidades com relação às nossas atividades é fundamental para que possamos direcionar nossos investimentos sociais e, assim, aumentar a qualidade de vida e o bem-estar das pessoas em toda a nossa cadeia de valor.

Para tanto, investimos no diálogo com representantes locais por meio de rodas de conversa promovidas dentro das nossas próprias unidades, a fim de mapear as demandas regionais para que possamos atuar de forma estratégica e eficaz em cada uma das regiões onde estamos presentes.

Além disso, conscientes da influência dos nossos negócios na sociedade, mantemos parcerias com iniciativas como Instituto Ethos, Childhood Brasil, Plataforma Liderança Sustentável, Movimento Mulher 360 e Fundação IOCHPE e fazemos parte de uma série de compromissos voluntários que visam ao desenvolvimento sustentável. Entre eles, destacam-se o Pacto Global da ONU, que engaja governos e empresas na promoção dos direitos humanos, na defesa do meio ambiente e no combate à corrupção e ao trabalho infantil e escravo, e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, 17 grandes metas estabelecidas pelas Nações Unidas que servem de diretriz para a luta global contra a pobreza e as desigualdades sociais, em alinhamento com a proteção ao meio ambiente.

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO

Lançado em 5 de dezembro de 2016, no Dia Internacional do Voluntariado, nosso programa D+ Valor possui três eixos de atuação: Cidadania, Educação e Meio Ambiente, que estão em sinergia com os eixos de nossa Estratégia de Investimento Social Privado, a fim de gerarmos impacto positivo cada vez maior nas comunidades onde estamos presentes.

Entre outras iniciativas, promovemos oficinas ambientais em escolas públicas e privadas do entorno de nossas unidades, oferecemos capacitação profissional a jovens em situação de vulnerabilidade social por meio do programa Formare Aprendiz, em parceria com a Fundação Iochpe, fazemos campanhas solidárias de Natal e inverno e promovemos ações em prol de idosos, crianças, pessoas com deficiências físicas e mentais e moradores em situação de rua das comunidades onde estamos presentes.

Mantemos ainda ações pontuais, que são realizadas mediante demanda dos nossos colaboradores voluntários. Confira abaixo o vídeo do primeiro ano do D+ Valor.

INVESTIMENTO SOCIAL PRIVADO

Totalmente alinhada com nosso compromisso em fortalecer o relacionamento com as comunidades do entorno e promover o desenvolvimento local, nossa estratégia de Investimento Social Privado está baseada em quatro eixos de atuação: Fomento a Negócios Sociais, Educação, Meio Ambiente e Cidadania – sendo que os três últimos estão em sintonia com os eixos do D+ Valor, nosso programa de voluntariado.

Para garantir que as necessidades de nossos públicos de relacionamento sejam consideradas e atendidas, utilizamos ferramentas de engajamento e relacionamento que ajudam a direcionar as iniciativas que promovemos. Entre essas ferramentas, destacam-se as Rodas de Diálogo com representantes de nossas comunidades do entorno, o mapeamento de políticas públicas nas cidades onde estamos presentes e a capacitação de colaboradores para atuação como agentes de engajamento local.

Com as informações que adquirimos por meio destas ferramentas de engajamento e relacionamento, identificamos e implementamos as iniciativas  que consideramos mais relevantes para as nossas comunidades do entorno. Entre outros projetos, promovemos capacitações profissionais em hidráulica e marcenaria para pessoas de nossas comunidades do entorno e apoiamos e implementamos ações de cunho social, esportivo e cultural, como o Espaço Arvorar. Localizado em nossa unidade florestal de Agudos, em São Paulo, ele apresenta a história e importância da madeira por meio de experiências sensoriais e muita informação. Um projeto cultural, feito por meio da Lei de Incentivo à Cultura do Estado de São Paulo, voltado à aprendizagem e aberto a crianças, jovens e adultos da comunidade.

Em 2017, por meio das leis de incentivo estadual do Proac (Programa de Ação Cultural) e do PIE (Programa de Incentivo ao Esporte), investimos mais de R$ 1,6 milhão, além de apoiarmos projetos de CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente) e de Fundo do Idoso, que juntos somaram investimentos de R$ 150 mil. Confira abaixo todas as iniciativas incentivadas.

 

Em 2018, aportaremos cerca de R$ 2 milhões em iniciativas por meio de leis federais, estaduais e municipais, que irão abranger projetos de cunho social, cultural, esportivo e de apoio a idosos e pessoas em tratamento de câncer. Os projetos selecionados estão alinhados com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU. Confira abaixo os que já estão em fase de desenvolvimento.

USO SOCIAL DAS FLORESTAS

Visando utilizar nossas estruturas para gerar valor para nossas comunidades do entorno e promover os cuidados que adotamos no manejo de nossas florestas, praticamos o uso social das mesmas, oferecendo à população acesso às nossas fazendas para momentos de lazer. Também criamos parcerias para fomentar outras formas de trabalho nas áreas que não são usadas para plantio.

NOSSA VISÃO DE FUTURO

Nosso modelo de negócio gera valor para a sociedade e contribui com o desenvolvimento social nas regiões onde estamos presentes. Com abertura para dialogar com representantes das comunidades vizinhas, por meio da interação de nossos colaboradores com os representantes locais, podemos melhorar ainda mais a identificação de demandas regionais e a aplicação dos esforços e recursos que direcionamos para esses públicos, de forma integrada e conectada ao nosso planejamento estratégico.

Para saber mais sobre nosso desempenho com relação ao tema Relacionamento com Comunidades e Desenvolvimento Local, acesse o Relatório Anual 2017.

NOSSAS METAS

Nossos compromissos para o tema Relacionamento com Comunidades e Desenvolvimento Local até o ano de 2025 são:

Meta Status Em 2017
Ter 80% de aprovação do processo de engajamento pela comunidade Realizamos seis Rodas de Diálogo com as comunidades locais e o índice de satisfação apurado nas avalizações posteriores aos encontros ficou dentro da meta
Ter 100% dos gestores expostos a uma vivência na comunidade local Nessa frente, realizaremos um projeto piloto com nossos colaboradores em 2018
Influenciar duas políticas públicas por localidade onde estamos presentes Fizemos um diagnóstico inicial em quatro municípios nos quais estamos presentes e identificamos as oportunidades de atuação. Em 2018, temos o objetivo de nos aproximar do poder público local para definir como contribuir com a formação e a execução de políticas públicas
Ter 75% do reconhecimento do atributo responsabilidade socioambiental nas comunidades em que nossas unidades operacionais estão presentes Realizamos a primeira pesquisa em 2017 e, em 2018, definiremos planos de ação a partir dos resultados consolidados. Nosso objetivo é repetir o ciclo de pesquisas e planos de ações a cada dois anos
Mensurar e comunicar os impactos positivos em 100% das comunidades em que as unidades operacionais estão presentes Estivemos dedicados a analisar diferentes metodologias para medir os impactos e fazer a comunicação com transparência e abertura para o diálogo
  • Desenvolver atividades de impacto social em 70% das comunidades vizinhas identificadas nas unidades operacionais.
  • Ter 70% de aprovação do modelo de relacionamento pelas comunidades impactadas.
  • Capacitar em elaboração e gestão de projetos sociais pelo menos dois grupos de vizinhos em 70% das comunidades integradas à Política Social, com a implementação de pelo menos um projeto.
  • Ter 15% dos colaboradores envolvidos em ações de voluntariado.
  • Mensurar e comunicar os impactos positivos em 100% das comunidades onde as unidades operacionais estão presentes.

*Aprovadas em 2018, as metas da Colômbia passarão a ter seus status reportados a partir de 2019