+A -A

Primeira certificação FSC® do Brasil completa 25 anos

Duratex foi a primeira empresa do setor de florestas plantadas do mundo a alcançar este marco

No dia 01 de julho, a Duratex completou 25 anos da obtenção do certificado FSC de manejo florestal responsável, sendo a primeira empresa do setor de florestas plantadas do mundo a alcançar este marco. A obtenção do selo e o comprometimento com a gestão responsável dos recursos florestais resultam em impactos positivos até hoje tanto para a empresa quanto para o meio ambiente e a população que vive no entorno das florestas da Duratex.

A busca da empresa pela certificação, que reconheceu suas práticas de manejo, veio em meio ao aumento na demanda global por processos produtivos mais equilibrados e responsáveis. O aumento da atenção global ao meio ambiente ganhou força com a Eco-92, tendo sido um dos propulsores para a fundação do FSC em 1994. Com a mudança de paradigma na indústria, sobretudo a cadeia de produção da madeira, a Duratex se prontificou a atender às novas demandas do mercado e da sociedade.

O FSC (Forest Stewardship Council®) é responsável por certificações que envolvem toda a cadeia de extração e transformação de produtos florestais madeireiros e não madeireiros. Para obter a certificação FSC, todas as etapas da cadeia de produção devem atender às exigências da organização, que tem como foco de atuação garantir práticas ambientalmente adequadas, socialmente benéficas e economicamente viáveis.

Primeira certificação FSC® do Brasil completa 25 anos

O histórico de práticas alinhadas às exigências do FSC permitiu a rápida obtenção da certificação pela Duratex em julho de 1995, um ano após a fundação do FSC. A Duratex, além de pioneira na América do Sul, é a empresa da América Latina que possui o certificado há mais tempo, sem nenhuma interrupção.

“Quando a Duratex recebeu o grupo de auditores do FSC em janeiro de 1995, foi notória a surpresa positiva dos visitantes, que encontraram nossas florestas superando diversos critérios de avaliação estipulados. De lá para cá, nossos colaboradores têm se empenhado cada vez mais para continuarmos com o padrão de excelência que caracteriza nossas florestas”, comentou José Ricardo Ferraz, Diretor de Operações da Duratex. Os diferenciais observados eram frutos de práticas já adotadas, mas que não eram exigidas normativamente. “Em Agudos, por exemplo, a Duratex tem uma tradição desde os anos 70 de desenvolver pesquisas sobre a biodiversidade encontrada em nossas florestas. Hoje em dia somos parceiros de universidades, colocando nossas unidades florestais à disposição para auxiliar na produção de conhecimento”, concluiu Ferraz.

O FSC trouxe à indústria de base florestal a necessidade de se adequar a um processo produtivo mais equilibrado e regulamentado em todo mundo. Com sua rápida ascensão, a instituição global conseguiu ao longo dos anos regulamentar o mercado internacional de madeira, além de ter criado um sinal familiar ao consumidor. O selo FSC, de fácil visualização, indica quais produtos são provenientes de cadeias produtivas responsáveis, possibilitando ao consumidor fazer escolhas conscientes no momento da compra.

Atualmente, o certificado é necessário para acessar mercados importantes, sendo indispensável para exportação e importação. Como um exemplo, desde março de 2013 foi proibida a venda de madeira e produtos derivados sem comprovação de sua legalidade em toda a União Europeia. Mas além de minimizar os impactos ambientais, a certificação FSC também é responsável por garantir operações que tragam ganhos às comunidades do seu entorno.

Garantias trabalhistas aos funcionários, o compromisso com a permanência a longo prazo, a preferência pela utilização de mão de obra local são alguns dos exemplos das demandas necessárias para se obter a certificação do FSC. Práticas que dialogam com a ideia central da organização e promovem ganhos diretos e indiretos para as regiões onde se encontram as florestas certificadas.

“Como o consumo global de produtos florestais – alimentos, fibras, energia e madeira - continua a crescer, o FSC incentiva o manejo responsável das plantações como uma estratégia para complementar a conservação e o uso sustentável das florestas nativas”, diz Aline Tristão Bernardes, diretora executiva do FSC Brasil. “O engajamento de grandes empresas, como a Duratex, é fundamental para, além de espalhar as melhores práticas entre os seus fornecedores, tornar o selo mais conhecido entre os consumidores”, completa.

Código de licença FSC: FSC-C006042



Voltar